BLOG
FIQUE POR DENTRO!

COMO USAR O IMPORTANTE (E POLÊMICO) FUTURE CONTINUOUS

COMO USAR O IMPORTANTE (E POLÊMICO) FUTURE CONTINUOUS
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Como usar o importante (e polêmico) future continuous

 

“I’ll be calling you tomorrow at 2 pm”, ou, em português, a temível frase “estarei te ligando amanhã às duas da tarde”. Quem nunca ouviu isso, certo? Esse vício de linguagem da língua inglesa, desastradamente traduzido com frequência abusiva em português, deve ser aprendido do jeito certo. Vamos aprender como usar esse tempo verbal para tratar a língua inglesa um pouco melhor!

 

O que é o future continuous?

As quatro formas mais fundamentais de se referir ao futuro são: future simple, future continuous, present continuous e to be + going to:

 

–  Future simple: I will see you as soon as come back from my trip. (Eu te verei assim que voltar da minha viagem).

–  Present continuous: I’m moving to a new apartment in two weeks. (Estou me mudando para um novo apartamento em duas semanas).

–  To be + going to: I’m going to travel this weekend. (Eu vou viajar neste final de semana).

–  Future continuous: I’ll be studying the whole weekend. (“Estarei estudando” o final de semana todo).

 

A questão principal que envolve o future continuous é a duração. A coisa que você vai fazer será pontual (como ligar para alguém) ou será algo duradouro (como estudar)? Se for a primeira opção, escolha alguma das outras formas de se referir ao futuro. Mas se for a segunda, aí, sim, é hora de usar o future continuous.

 

Exemplos de uso

Esse tempo verbal é formado com o uso do verbo modal para o futuro (will) + verbo to be no infinitivo (be) e verbo principal no gerúndio (ing). Por exemplo:

–  She will be sleeping by the time we get back home. (Ela estará dormindo quando voltarmos para casa).

–  I can’t go this weekend; I’ll be working on my project. (Não posso ir neste fim de semana; “estarei trabalhando” no meu projeto).

–  They will be redoing the kitchen for two more weeks. (Eles “estarão reformando” a cozinha por mais duas semanas).

–  We will be watching John perform in his play tomorrow night. (“Estaremos assistindo” ao John atuar em sua peça amanhã à noite).

É claro que podemos usar a contração de will com o pronome pessoal também:

–  I’ll be cleaning the house until the guests arrive. (“Estarei limpando” a casa até os convidados chegarem).

–  You’ll be answering lots of questions in your job interview. (Você “estará respondendo” a muitas perguntas na sua entrevista de emprego).

Mas não podemos usar a contração de will com nomes próprios:

–  John’ll be working on a ship for 6 months.

–   John will be working on a ship for 6 months.  (John “estará trabalhando” num navio por 6 meses).

Podemos fazer perguntas:

–  Will they be working the whole year on this project? (Eles “estarão trabalhando” o ano todo nesse projeto?)

–  Will the band already be playing when we arrive? (A banda já “estará tocando” quando chegarmos?)

E podemos fazer frases negativas (com ou sem a contração won’t):

–  I won’t be working at this company anymore next month. (Eu não “estarei trabalhando” nesta empresa no próximo mês).

–  She said she won’t be travelling so much next year. (Ela disse que não “estará viajando” tanto no ano que vem).

–  They will not be having lunch when we get there. (Eles não estarão almoçando quando chegarmos lá).

Tudo isso é possível. Mas lembre-se: todas as atividades acima envolvem uma certa duração. Não são, enfim, ações pontuais. O que nos leva à próxima seção:

 

Quando devemos evitar o future continuous

Tornou-se lugar comum associar o uso do que, em português, chamamos de “gerundismo” à linguagem de serviços de atendimento telefônico, como telemarketing: “estaremos solicitando a instalação para daqui a duas semanas, senhor”.  Mas de onde é que essa mania veio?

Se você chutou que veio da língua inglesa, acertou! Mas isso não significa que mesmo os falantes nativos da língua inglesa estejam imunes a hábitos desnecessários (ou simplesmente errados) em relação à gramática de sua própria língua.

Mas a boa gramática diz que não devemos usar o future continous quando:

a) Com stative verbs (know, like…)

Wrong: I’ll be knowing this after the class.

Right: I will know this after the class. (Saberei isto depois da aula).

Wrong: I’m sure I’ll be liking our trip.

Right: I’m sure I’ll like our trip. (Tenho certeza de que gostarei da nossa viagem).

 

b) Com ações pontuais.

Wrong: I’ll be calling you as soon as finish my exam.

Right: I’ll call you as soon as I finish my exam. (Eu te ligarei assim que terminar o meu exame).

Wrong: I’ll be buying a new TV soon.

Right: I’ll buy a new TV soon. (Comprarei uma nova TV em breve).

 

É nessa última possibilidade que as coisas ficam confusas, pois até mesmo os nativos costumam falar desse jeito. Por isso, não podemos considerar um erro grave. Mas, com certeza, é melhor evitar.

Pois aí está – você agora pode construir as suas próprias frases e, sempre que precisar, usar outra forma de se referir ao futuro que não seja pelo future continuous.

E para empoderar o seu inglês num futuro próximo, venha conhecer a Beils! 

Conecte-se com a gente!

Você sabe qual o seu nível de inglês?

Venha testar o seu nível

de inglês

Nas habilidades seguintes:

Gramática e vocabulário

Compreensão de textos

Compreensão auditiva